Dinheiro público

Fundo eleitoral é mantido com apoio da metade da bancada de MS


Os deputados federais Dagoberto Nogueira, Beto Pereira, Vander Loubet e Fábio Trad encerram o ano envolvidos na polêmica do Fundo Eleitoral. Os quatro parlamentares votaram contra a proposta da redução de R$ 2,034 bi para R$ 1,3 bi nas eleições municipais do próximo ano.
A proposta de redução partiu de uma emenda do Novo e teve o apoio dos deputados Luis Ovando, Bia Cavassa e Rose Modesto. O único que não votou foi o deputado Loester Trutis.

O deputado Dagoberto chegou a ser hostilizado por um cidadão, revoltado, no saguão do aeroporto de Campo Grande porque votou contra a redução do Fundo.

O deputado Fábio Trad justificou seu voto seguindo determinação do presidente Jair Bolsonaro e disse que o fundo foi reduzindo de R$ 3,8 bi para R$ 2,034 bi. O parlamentar ainda questionou os votos a favor da redução lembrando que são deputados que fazem uso do dinheiro do Fundo. Será que eles vão fazer campanha sem o Fundo Eleitoral no ano que vem?, perguntou.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend