Feminicídio

Levantamento do TJMS registra número alarmante de violência contra a mulher


A juíza Helena Alice Machado Coelho vai responder, a partir do dia 27, pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar. A nomeação foi publicada no Diário da Justiça desta quarta-feira (22)

Helena Alice Machado Coelho nasceu no Rio de Janeiro e ingressou na magistratura em dezembro de 2004, na 1ª circunscrição. Em abril de 2006, foi promovida para Porto Murtinho e, em setembro de 2009, foi novamente promovida para a comarca de Coxim, onde assumiu a 2ª Vara e permaneceu até janeiro de 2019, quando foi promovida para a entrância especial, mudando-se para Campo Grande.

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, do Tribunal de Justiça, fez um levantamento da quantidade de denúncias recebidas pelo Poder Judiciário em 2019 e constatou um número alarmante: somente no ano passado foram 96 denúncias de feminicídio. Desse total, 69% foram tentativas.

Nas 96 denúncias é possível detectar que 26% das vítimas registraram pedido de medidas protetivas, contudo, nem todas as medidas estavam em vigor na época do crime. Na prática, é possível afirmar que 74% das vítimas de feminicídio em território sul-mato-grossense em 2019 não haviam denunciado eventuais crimes


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend