Isolada

Senadora não apoia criação de novo partido e perde prestígio com Bolsonaro


Pelo visto todo o esforço da senadora Soraya Thronicke para tomar a presidência do PSL/MS das mãos do deputado estadual Coronel David e do pecuarista Rodolfo Nogueira não valeu a pena.

Sem o presidente Jair Bolsonaro, o PSL voltará a ser aquele partido nanico que praticamente não existia antes da eleição do ano passado. O suplente de Soraya e ex-presidente da executiva estadual, Rodolfo Nogueira, já mandou um recado em tom de provocação.

“ Agora vamos ver que defende o presidente e quem se aproveitou da imagem dele para se eleger”, disse.

Única representante do Estado no Senado, Soraya não participou do evento de lançamento da Aliança pelo Brasil e fica praticamente sozinha no PSL/MS com o deputado federal Loester Trutis e o deputado estadual Capitão Contar que assim como ela se elegeram na onda Bolsonaro.

O site tentou contato com a senadora, mas não teve retorno até a publicação desta nota.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend