Ministro diz que jornalismo não é crime

Presidente da Câmara e ministro do STF criticam ataque a liberdade de imprensa.


 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, saíram em defesa de Glenn Greenwald e do jornalismo. Maia publicou em sua conta do Twitter que a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o jornalista Glenn Greenwald, é um “ataque à liberdade de imprensa”. O ministro, por sua vez, concedeu uma entrevista para a Folha de S. Paulo, onde disse que a denúncia foi um ato problemático e perigoso por se tratar de situação pode cercear a liberdade de expressão.

“A denúncia contra o jornalista  é uma ameaça à liberdade de imprensa. Jornalismo não é crime. Sem jornalismo livre não há democracia”, disse o presidente da Câmara.

*Com informações do Congresso em Foco https://congressoemfoco.uol.com.br/direitos-humanos/maia-sobre-denuncia-contra-greenwald-jornalismo-nao-e-crime/


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend