OAB/MS cobra respeito às prerrogativas dos advogados

CNJ dá prazo para TJ se manifestar sobre tratamento desigual


A OAB/MS trava uma guerra contra o Tribunal de Justiça em Mato Grosso do Sul que está sendo acusado de desrespeitar a isonomia entre advogados e magistrados. A Ordem entrou com um pedido de providências questionando o tratamento discriminatório dispensado à categoria que está sendo obrigada a passar pela porta giratória dos Fóruns e outras dependências do judiciário.

A instituição que representa os advogados enviou um oficio ao CNJ que determinou o prazo de cinco dias para que o TJ/MS se manifeste sobre a falta de respeito das prerrogativas da classe.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend