Sem validade

Parlamentares prontos para reagir a MP de Bolsonaro.


O jornal Estadão (SP) publicou que duas medidas provisórias do presidente Jair Bolsonaro devem perder a validade na volta do recesso do Congresso.

São as medidas, que tratam da emissão de carteirinhas estudantis e da publicação de editais de licitações em jornais.

Os parlamentares interpretam como retaliação do governo aos grupos atingidos por essas novas regras e, por esse motivo,  devem ser arquivadas.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

Share via
Send this to a friend